Apesar de seus melhores esforços Camelo Para proteger seus usuários. No entanto, os hackers ainda estão encontrando novas maneiras de hackear nossos smartphones. É por isso que proteger o seu iPhone e permanecer protegido contra vários ataques exige que você permaneça vigilante o tempo todo. Infelizmente, mesmo que você faça tudo certo, evite clicar em links suspeitos, não tente visitar sites maliciosos e use uma VPN quando estiver conectado a uma rede Wi-Fi pública. Ainda existem muitas maneiras pelas quais os hackers podem explorá-lo para obter acesso ao seu dispositivo. Por esse motivo, a Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) divulgou uma série de dicas através das quais o iPhone pode ser preservado e protegido de qualquer tentativa de hackeamento.

Do iPhoneIslam.com, uma mão segura um smartphone exibindo o logotipo da Agência de Segurança Nacional (NSA), destacando a proteção do iPhone, com um laptop brilhando em azul ao fundo.


Primeira dica: reinicie o iPhone

O primeiro conselho da NSA para proteger seu smartphone contra hackers é desligar o iPhone e reiniciá-lo uma vez por semana. Apesar da simplicidade desse procedimento, na verdade não reiniciamos nossos telefones regularmente. De acordo com a Agência de Segurança Nacional dos EUA, esta medida funciona para protegê-lo de ataques de clique zero, que são diferentes dos ataques tradicionais que requerem alguma forma de interação, como clicar em um link malicioso ou baixar um aplicativo malicioso.

Um ataque de clique zero pode infectar seu iPhone sem que você faça nada. Por exemplo, os hackers podem enviar uma mensagem ou imagem especialmente criada para infectar seu telefone assim que você o desbloquear. Assim, reiniciar o iPhone pode ser uma maneira simples e eficaz de proteção contra ataques de clique zero e phishing. De acordo com a NSA, “desligar e ligar o telefone semanalmente não é invencível, mas muitas vezes impedirá que esses tipos de ataques tenham sucesso”.


Segunda dica: Equilíbrio entre segurança e conforto

Do iPhoneIslam.com, ilustração de uma mão segurando um smartphone preso com várias correntes e cadeados, simbolizando a proteção do iPhone, tudo em um fundo azul.

NSA recomenda usuários Iphone O Android exige que o Bluetooth esteja desativado quando não estiver em uso. Além de atualizar o aparelho o mais rápido possível quando houver atualizações de sistema operacional e aplicativos disponíveis. Também é recomendado desativar os serviços de localização quando não forem necessários. Não use redes Wi-Fi públicas e, se necessário, use uma VPN para proteger seu dispositivo e seus dados.

Mas isso não é tudo, a NSA também diz que você deve usar PINs e senhas fortes para a tela de bloqueio, e recomenda usar um PIN de pelo menos seis números, desde que seu smartphone esteja configurado para se apagar após 10 tentativas incorretas e bloquear automaticamente. após 5. Minutos de qualquer entrada. A NSA alerta ainda que é proibida a abertura de anexos e links de e-mail, mesmo quando o endereço do remetente estiver correto, pois podem facilmente repassar conteúdo malicioso sem perceber ou porque suas contas foram comprometidas. É por isso que você precisa verificar os endereços dos remetentes de e-mail e URLs dos sites, e verificar o conteúdo do e-mail em busca de algo suspeito ou incorreto.


Terceiro conselho: não tenha medo, mas tenha cuidado

No iPhoneIslam.com, a tela do smartphone exibe um relatório de privacidade de aplicativos que revela aplicativos como “Trio Ceramics” e “Architecture Outlook”, com detalhes de dados e acesso a sensores. Contra um fundo coral claro, o relatório enfatiza a importância de proteger o seu iPhone.

Desta vez, o conselho é fornecido pela FCC da Comissão Federal de Comunicações dos EUA. O que recomenda não alterar as configurações de fábrica e de segurança do seu smartphone. Evite fazer root ou jailbreak; Porque isso prejudica os recursos de segurança do seu dispositivo, tornando-o mais vulnerável a ataques.

A FCC também alerta sobre permissões e poderes dos aplicativos e recomenda que você entenda essas permissões e não conceda a nenhum aplicativo acesso a recursos ou informações que não estejam relacionadas à sua função. Além disso, é melhor ativar o recurso de localização para limpar remotamente seu dispositivo em caso de perda ou roubo. Por fim, sempre limpe os dados do seu dispositivo e redefina-o para a configuração original antes de vendê-lo ou descartá-lo de qualquer outra forma.

Quantas vezes você reinicia seu iPhone, conte-nos nos comentários

Fonte:

forbes

Artigos relacionados